Equinix é parceira da EllaLink no cabo de alta capacidade entre Brasil e Portugal

O novo cabo submarino permite um aumento de 50% em termos de desempenho entre os data centers no Brasil, Portugal e Espanha.

Equinix, empresa mundial de infraestrutura digital, e a EllaLink anunciaram a entrada em pleno funcionamento do primeiro sistema de cabo submarino de alta capacidade entre a Europa e a América Latina. Instalado pela EllaLink entre os data centers da Equinix em São Paulo (SP4), Lisboa (LS1) e Madrid (MD2 em), o novo sistema permite um aumento de 50 por cento em termos de desempenho entre o Brasil, Portugal e Espanha, quando comparado com as rotas de dados anteriores que transitavam pela América do Norte. Reduzir a latência é um fator crítico para os provedores de conteúdos, empresas de cloud e instituições financeiras, para as quais um atraso de alguns milissegundos pode ter impacto na rentabilidade das operações comerciais.

A EllaLink selecionou a Equinix devido à experiência da empresa no fornecimento de infraestrutura submarina de última geração, bem como graças ao seu denso ecossistema de redes, clouds, provedores de serviços financeiros e de TI. Refira-se que a Equinix é parceira em termos de interconexão de mais de 40 projetos de cabos submarinos.

Os cabos submarinos são essenciais para o funcionamento da Internet e para a conectividade global, já que 99% do tráfego intercontinental passa por cabos submarinos, sendo que apenas um por cento do tráfego é transportado por sistemas de satélite. O mercado global de cabos submarinos deverá valer cerca de 22 mil milhões de dólares em 2025 - mais do que o dobro de 2019 - esperando-se que atinja os 30 mil milhões até 2027. Uma parte significativa deste crescimento será impulsionada pelos cabos que interligam a América Latina ao resto do mundo.

Espanha e Portugal são importantes portas de entrada de muitos mercados europeus no Brasil e restante América do Sul. A capital de Portugal, Lisboa, centralizando indústrias, comércio e governo, representa um importante hub de conectividade internacional, com ligação aos cabos submarinos que conectam a Península Ibérica, África e América do Sul. Espanha, por seu turno, assume-se igualmente como um centro essencial no mapa da conectividade global, devido à sua localização estratégica entre África, Mediterrâneo e Norte da Europa, bem como pela sua forte ligação cultural com a América Latina. As implementações 5G, o boom tecnológico contínuo e o crescimento no uso dos dados, nas subscrições de telecomunicações e nas conexões de Internet entre os dois continentes, estão a aumentar os requisitos de capacidade de largura de banda.

O momento de expansão dos cabos submarinos na Platform Equinix está a acelerar em todo o mundo, acompanhando o ritmo da transformação digital. A presença global da Equinix, com mais de 230 data centers IBX em 65 mercados globais e 27 países, proporciona os PoPs necessários em cada área metropolitana para fornecer interconexão de baixa latência e transportar os volumes crescentes do tráfego de Internet. Na Equinix, os proprietários/operadores de cabos submarinos podem implementar Cable Landing Stations que abrem portas entre continentes e interligam as empresas em todo o mundo.

De acordo com mais recente estudo Global Interconnection Index (GXI Vol. 5), da Equinix, a largura de banda de interconexão global - medida da conectividade privada para a transferência de dados entre organizações - deverá superar os 21.485 terabits por segundo (Tbps), ou 85 zetabytes, por ano, até 2024, representando uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) a cinco anos de 44%. Este aumento está alinhado com a crescente procura por infraestrutura digital necessária para colocar mais negócios online, facilitar a integração eletrónica com parceiros e cadeias de fornecedores e chegar a mais pessoas em ambientes de trabalho híbridos dispersos.

Segundo Carlos Paulino, Managing Director da Equinix em Portugal, “Lisboa é um dos principais hubs de cabos submarinos do mundo, interligando Portugal a África e América do Sul. O nosso data center de Lisboa (LS1) está estrategicamente localizado, possuindo conectividade direta a todos os cabos submarinos em Portugal, sendo ideal para as empresas que pretendem usufruir destas autoestradas submarinas de forma simples e eficiente. O EllaLink é um projeto muito importante para Portugal, sendo também relevante por permitir à Europa um maior controlo sobre o tráfego global da Internet.”

Últimos artigos

Infraestrutura

Voltar a Falar do IT

Infraestrutura

IDC Cloud Roadshow 2022 – Veja aqui o Best of!