Dados Abertos Governamentais Beneficiam de IA

Os dados abertos são um imperativo europeu que Portugal já transpôs para a legislação nacional e tem em marcha por via do Portal Base.Gov. A GovWise trabalha neste campo com um conjunto de organizações nacionais.

Dados Abertos Governamentais Beneficiam de IA 

A aplicação de tecnologias de inteligência artificial no âmbito da utilização dos dados abertos governamentais tornou-se, hoje em dia, ainda mais determinante.  

A GovWise tem noção dos impactos económico e social desta realidade e tem vindo a trabalhar neste campo. Francisco Vaz Figueiredo, Co Founder, GOVWISE Government explica que a empresa procura ajudar a tirar valor dos dados abertos aplicando tecnologias de IA, como algoritmos de natural language processing, “para ajudar os governos a decidir melhor”. 

Francisco Vaz Figueiredo acredita que “temos em mãos uma grande oportunidade de negócio que vai permitir impactar a área governamental, ajudando-a a tomar melhores decisões, de forma mais sustentável do ponto de vista climático, económico e financeiro”. 

O valor estimado da receita neste mercado, em 2019, situou-se nada casa “dos 83 mil milhões de euros só em dados abertos por toda a Europa” o que significa “que temos aqui um excelente mercado para explorar”. A União Europeia tem já diretivas neste campo e Portugal “é um bom exemplo da sua transposição, com o Portal Base.Gov que possibilita aceder aos dados abertos”.  

IDC Digital Innovation Connection Novembro 2021, Lisboa

A GovWise promete “revolucionar a forma como as entidades publicas conseguem tirar partido dos seus dados e decidir melhor” e deixa três estudos de caso implementados com entidades publicas. 

O primeiro diz respeito à harmonização dos dados associada à obrigatoriedade de uso da fatura eletrónica. “As plataformas de fatura eletrónica têm conjunto enorme de dados digitalizados que é necessário correlacionar”, refere o responsável da GovWise. “A nossa tecnologia consegue ler os contratos e reclassifica-os, associando a fatura à linha respetiva do orçamento, poupando trabalho ao nível de um conjunto de tarefas muito repetitivas”.  

No segundo estudo de caso é possível perceber a capacidade de disponibilizar, a qualquer entidade publica um orçamento em real time.  Já o terceiro exemplo diz respeito à necessidade de assegurar compras publicas “mais verdes e sustentáveis”. Diz Francisco Vaz Figueiredo que “importa passar rapidamente a um modelo de compra com o mínimo impacto climático” e, neste campo, a GovWise criou o chamado Portal Inteligente de fornecedores do Estado que veio também aqui apresentar.

Francisco Vaz Figueiredo

Francisco Vaz Figueiredo

Co-Founder at GOVWISE

https://www.linkedin.com/in/fvfigueiredo/

Últimos artigos

Inovação

Asseco PST apresenta as suas soluções em dois webinars

Inovação

Asseco preparada para a implementação do STI em Angola

Inovação

A Inovação no ADN das Organizações