Woman explaining the plan to office team

O Novo Espaço de Trabalho é Híbrido

A pandemia trouxe consigo a necessidade do trabalho remoto, imposto nas organizações do dia para a noite. Acredita-se agora que, no futuro, já nada será como dantes e o conceito tradicional de trabalho mudou: o ambiente deverá tornar-se híbrido e as empresas devem procurar adaptar-se a esta nova realidade.

O Novo Espaço de Trabalho é Híbrido

Ambientes de trabalho híbridos são o presente e o futuro das organizações. A certeza foi deixada por Roberta Bigliani, Group VP, Head of IDC Insights and IDC Future of Work Executive Lead – Europe na sua mais recente participação no IDC Directions 2021. 

A verdade é que, nestes últimos anos, temos percorrido, de forma mais acelerada, o caminho rumo à transformação digital e, mais do que a tecnologia em si, “as organizações precisam de transformar também os seus processos e as suas políticas internas, no sentido de percorrerem este novo caminho com êxito”, diz Roberta Bigliani.   

Os novos cenários de negócio e a pandemia recente, vieram criar também novas formas de trabalhar. Se numa era pré-covid a estabilidade era a palavra-chave e o escritório o local de eleição para trabalhar, “agora tudo mudou”.  

Numa primeira vaga do Covid, “surgiu a incerteza quanto ao futuro, o trabalho remoto foi adotado por mais de 40% dos trabalhadores da noite para o dia e, quer o negócio quer o trabalho em si, tornaram-se menos previsíveis”. Finalmente, depois da segunda vaga, “assistimos a modelos de trabalho mais flexíveis com novos locais de eleição e com os planos de resiliência a tornarem-se dominantes”, revela Roberta Bigliani. 

IDC Directions® Setembro 2021, Lisboa

Mas, o que virá a seguir? 

A resposta a esta pergunta terá, necessariamente, de ficar no ar, até porque “ainda ninguém sabe muito bem o que nos espera”, mas uma certeza temos: “O ambiente de trabalho híbrido está aí para ficar”. Nesse sentido, os habituais cinco dias de trabalho no escritório já não serão a regra “e a opção pelo híbrido torna-se predominante”. Estudos recentes da IDC apontam que “a quase totalidade das empresas estão a investir em tecnologia e em modelos para reverem a experiência de trabalho e promoverem a paridade a partir de qualquer localização ou equipamento”. O trabalho feito deverá ser “agnóstico a equipamentos, inteligente e estar contextualizado com a realidade”, sempre sem descurar que “as tecnologias no local de trabalho digital têm um impacto significativo nos resultados do negócio”.  

 
Criar um espaço de trabalho digital, de raiz, “não é tarefa fácil” e os maiores desafios neste campo passam “por garantir um suporte de TI permanente, segurança, fomentar a existência de equipas híbridas e manter a produtividade das mesmas”.