Businessman working on laptop computer with empty white screen at his desk

Ransomware em foco: como a IA contém qualquer ameaça cirurgicamente

Logo após um ataque de ransomware, os executivos enfrentam muitas vezes um dilema difícil: pagar um resgate ou encerrar sistemas e serviços essenciais. Nos ecossistemas digitais cada vez mais complexos, os danos colaterais que resultam de ataques de ransomware podem ser amplos e destrutivos, com organizações levando dias, semanas ou até meses para se recuperarem. Este tema será abordado por Mariana Pereira, Directora na Darktrace, nesta edição IDC Directions®.

Logo após um ataque de ransomware, os executivos enfrentam muitas vezes um dilema difícil: pagar um resgate ou encerrar sistemas e serviços essenciais. Nos ecossistemas digitais cada vez mais complexos, os danos colaterais que resultam de ataques de ransomware podem ser amplos e destrutivos, com organizações levando dias, semanas ou até meses para se recuperarem. Mas e se houvesse outra saída - uma maneira de conter cirurgicamente ransomware nos estágios iniciais, sem interromper as operações normais de cada negócio?

Junte-se a esta apresentação para aprender como a IA de auto aprendizagem ajuda milhares de organizações a lutar contra o ransomware.

Vamos discutir: 

  1. O impacto do ransomware de ‘extorsão dupla’ e ‘ransomware-as-a-service’
  2. Exemplos do mundo real de ransomware detectados por IA de autoaprendizagem

Como a IA de autoaprendizagem responde proporcionalmente ao ransomware, graças à sua profunda compreensão do padrão de vida de uma organização.

IDC Directions® Setembro 2021, Lisboa
Mariana Pereira
Director at Darktrace, and Co-Founder at Ben's Muffins