Digital binary code matrix background – 3D rendering of a scientific technology data binary code network conveying connectivity, complexity and data flood of modern digital age

O Papel do AI, Machine Learning e Advance Analytics aplicado à Cibersegurança.

O IDC Security Roadshow, Security Operation Excellence Analytics and Orchestration, contou com a presença de Carlos Silva da Faber, como moderador e José Velez da Detech.ai, Pedro Torres da YooniK e Stephen de Vries da IriusRisk.

IDC Security Roadshow - Startups Panel - Security Operation Excellence Analytics and Orchestration | Moderador - Carlos Silva, Partner, Faber, José Velez, Co-fundador e CEO, Detech.ai, Pedro Torres, Co-fundador e CEO, YooniK, Stephen de Vries, Fundador e CEO, IriusRisk

O IDC Security Roadshow, Startups Panel, sobre o tema Security Operation Excellence Analytics and Orchestration, iniciou com uma breve apresentação do moderador do painel, Carlos Silva, Partner da Faber. Com a nova realidade do trabalho remoto, e com a segurança das empresas fora do seu espaço físico, o número de ciberataques aumentou, sendo estes cada vez mais sofisticados e automatizados. Com este contexto, as empresas encaram cada vez mais ameaças, vendo-se forçadas a garantir a confidencialidade e segurança dos seus sistemas. Todas estas mudanças, clamam por uma nova abordagem à segurança por parte das empresas, que incorpore elementos de AI, Machine Learning, Data Automation e Data Analysis

A discussão abriu com a apresentação de Pedro Torres,  Cofundador e CEO da YooniK. A empresa classifica-se como uma Deep Tech Startup e a sua atividade passa pelo reconhecimento facial em qualquer dispositivo, como seja o desbloqueio do ecrã do iPhone,  supermercados ou quiosques com self-checkout, vending machines, televisão, iPad ou carros alugados. Em suma: a YooniK permite o single sign-on, em qualquer conta, com uma cara - sem passwords ou cartões. O CEO da YooniK falou ainda como se distingue a empresa no mercado da autenticação, qual o target da empresa e sobre de que forma a startup assegura a privacidade.

Seguiu-se Stephen de Vries, Fundador e CEO da IriusRisk, empresa que desenvolve uma solução, dedicada a equipas de engenharia, que  identifica falhas de segurança no design do produto que estas querem construir, antes de escreverem uma linha de código. Como explicou o Fundador e CEO da IriusRisk, sem a solução da empresa, todo o trabalho de garantir a segurança das aplicações seria feito de forma manual, por um analista de segurança, o que a empresa faz é substituir esse trabalho pelo seu software: como se as equipas de desenvolvimento tivessem a sua própria abordagem ao desenvolvimento do produto e conseguindo avaliar o que isso significa no processo de produção. Stephen de Vries, CEO da IriusRisk, teve ainda a oportunidade de falar de que forma o agile development process é integrado com a solução desenvolvida pela empresa, assegurando sempre a segurança e a privacidade. 

Fechou a primeira ronda de apresentações José Velez, Cofundador e CEO da Detech.ai. A Detech.ai disponibiliza uma plataforma de monitorização AI que assegura a credibilidade e confiança das aplicações e das infraestruturas que as suportam. A abordagem da startup diferencia-se de outras empresas com plataformas de monitorização, pela capacidade de aprendizagem da plataforma de forma a detetar automaticamente anomalias. Assim, evitam incidentes em aplicações que apenas são notados quando afetam o negócio ou os consumidores das empresas, tal como referiu José Velez, «you should have a proactive approach, not a reactive approach». Para conseguirem este impacto, a Detech.ai, utiliza AI, para analisar e detetar anomalias em tempo real, no meio de muitas métricas e assim, quando o problema ocorre, não acontece sozinho  e conseguem correlacionar com todos os acontecimentos anteriores, providenciando uma resolução. 

A discussão sobre Operações e Orquestração de Segurança com os 3 especialistas contemplou diferentes abordagens e perspetivas, alertando para a importância da segurança e privacidade na nova realidade que as empresas enfrentam, saiba tudo na entrevista acima.