26_artigo_Nelysis

Cibersegurança na saúde e a conformidade com o GDPR.

Hoje, a cibersegurança em hospitais, bem como uma gestão eficaz e segura da informação, preocupam toda a sociedade.

Como hospitais e clínicas lidam com grandes quantidades de dados, as fugas e roubos de dados são as principais ameaças à segurança do hospital. Por outro lado, um dos principais componentes do GDPR (Regulamento Geral de Proteção de Dados) é o consentimento das pessoas em legitimar a forma como os seus dados pessoais são processados. E uma área em que esse consentimento assume especial importância é, obviamente, a saúde, pois os dados não são apenas pessoais, mas também informações confidenciais. Portanto, clínicas, hospitais e outras organizações de saúde têm que proteger massas crescentes de informações pessoais e confidenciais de pacientes, bem como dados financeiros e outros dados importantes

A cibersegurança em hospitais é desafiada por muitos fatores diferentes.

A cibersegurança e a segurança física em hospitais e infraestruturas críticas de saúde são desafiadas por um conjunto complexo de fatores de segurança, comunicações e automação predial que incluem:

  • obedecer a regulamentos e políticas rígidas;
  • necessidade cada vez maior de eficiências operacionais e redução de custos operacionais;
  • monitorização de diferentes áreas;
  • gestão de muitos dispositivos em rede que aumentam a superfície de ataque e expandem os pontos de entrada para intrusões maliciosas;
  • gestão de diferentes tecnologias IoT conectadas à mesma rede exposta;
  • gestão de acessos públicos e uma ampla variedade de autorizações de acesso diferentes;
  • garantindo proteção contra roubo de dados e conformidade com o GDPR;
  • garantindo proteção contra ciberataques e ações incidentais ou maliciosas

Por isso, precisamos de ajudar infraestruturas críticas de saúde a garantir segurança e continuidade.

A solução Vanguard NCM da Nelysis é particularmente adequada para cibersegurança em hospitais e clínicas porque este sistema de gestão das redes foi projetado especificamente para redes de controle e segurança física. Nas organizações de saúde de hoje, onde inúmeros dispositivos podem ser vetores de ciberameaças, esta solução monitoriza a rede para detetar e prevenir intrusões e fugas de dados, e mitigar automaticamente os seus efeitos para permitir que os hospitais operem normalmente e de forma ininterrupta.

Os principais benefícios fornecidos pela solução para cibersegurança em hospitais

Capaz de detetar e identificar uma ampla gama de atividades maliciosas, identifica e visualiza todos os elementos de rede para extrair metadados de rede através de DPI e detetar incompatibilidades com perfis de comportamento originais. Os metadados são então armazenados num Repositório de Big Data para análise forense.

Ajuda a proteger hospitais e clínicas de ciberataques que podem interromper a continuidade crucial ao:

  • Apoiar a infraestrutura de rede existente com uma solução não invasiva que requer pequenas alterações na rede existente;
  • Detetar novas ameaças, pois não é baseada em assinaturas digitais e é capaz de detetar quaisquer novas anomalias de comportamento;
  • Mitigar qualquer componente de rede monitorizado;
  • Fornecer uma cibersegurança total através da deteção de qualquer intrusão física, MITM, mudanças na rede, protocolos L7 não autorizados, ataques de força bruta, navegação não autorizada na web e muitas outras ameaças;
  • Ser independente do fornecedor e especificamente otimizado para dispositivos de IoT de segurança, como biometria e leitores de proximidade, sistemas de identificação, câmaras CCTV, dispositivos de controlo de acessos, componentes de deteção de intrusões, etc.
  • Prevenir a introdução de malware na rede existente e proteger a rede do hospital contra fugas de dados que podem ser altamente onerosas na perda de reputação e confiança dos pacientes, além de despesas decorrentes de processos relacionados com conformidades normativas e multas potenciais;
  • Abordar especificamente a proteção de dados no setor da saúde e ajudar a cumprir o GDPR e as práticas recomendadas de privacidade;
  • Ajudar pacientes e funcionários a sentirem-se mais seguros e protegidos contra quebras de segurança e hackers criminosos que desejam roubar dados de saúde e informações confidenciais;
  • Permitir monitorar quem está acedendo aos sistemas e limitar o acesso a indivíduos autorizados.

Agende uma demonstração. Contacte-nos para mais informações: [email protected]

Artigo traduzido e disponibilizado pela DigitalSkills Consulting - Distribuidora oficial de soluções de cibersegurança do fabricante Nelysis. Para mais informações: www.digitalskills.pt | [email protected] | 217 923 841.

Artigo original publicado aqui: https://nelysis.com/cybersecurity-in-hospitals/.