Robot typing on keyboard

Inteligência Artificial – Fornecedores de Serviços Focam-se no Futuro da Inteligência

Fique a saber mais sobre os três pilares que impulsionam a inteligência corporativa, uma plataforma tecnológica que está a ser cada vez mais orientada pela inteligência artificial.

Inteligência Artificial - Fornecedores de Serviços Focam-se no Futuro da Inteligência

A base deste novo conceito de inteligência corporativa está na plataforma tecnológica suportada, cada vez mais, em inteligência artificial (IA). Mas a IDC identificou três pilares que impulsionam a inteligência corporativa:  

1) a capacidade de uma organização sintetizar informações,  

2) a capacidade de aprender e  

3) a sua capacidade de aplicar insights em larga escala. E, na realidade, a IA tem muito potencial para suportar estes três pilares. No entanto, a maioria das empresas ainda luta com esta tecnologia motivo pelo qual conseguir alcançar um conceito de inteligência corporativa em larga escala vai continuar a ser um desafio para um grande número de organizações. 

 De acordo com uma pesquisa da IDC, realizada em 2020, sobre analytics, IA e utilizadores de serviços RPA, um total de 80% dos entrevistados disse estar já num qualquer estágio de adoção de IA, embora a grande maioria estivesse apenas a desenvolver pilotos ou a usar IA para funções de negócios mais limitados. A pesquisa da IDC mostra várias barreiras significativas ao longo do caminho para a incorporação de recursos de IA capazes de impulsionar uma maior inteligência corporativa, incluindo: 

- Segurança e privacidade; 

- Gestão de dados e conhecimentos; 

- Mudança regulatória; 

- Custos e preocupações orçamentais; 

- Escassez de talentos em ciência de dados, engenharia e desenvolvimento de soluções. 

 As organizações devem ter a capacidade de superar estas barreiras antes de partirem então para um efetivo incremento da sua inteligência corporativa. Mas este é um passo demasiado grande e difícil para muitas das organizações atuais que, na sua larga maioria, estão ainda a gerir processos em silos, tecnologias, equipas e projetos que as impedem de perceber o valor total dos seus investimentos em IA, dos seus dados e da gestão do conhecimento. Quando se trata de IA, muitas empresas começam a desenvolver projetos sem ter um objetivo claro ou um resultado em mente e, consequentemente, não conseguem integrá-los de forma efetiva nas suas operações de negócios atuais. Projetos que pareciam então muito promissores, no momento da prova de conceito, acabam por não assegurar o retorno esperado já que não tiveram a capacidade de escalar. A maioria das empresas não tem conhecimento ou experiência suficiente para saber onde é que a IA deverá ser aplicada com sucesso e onde, pelo contrário, não trará quaisquer resultados. É essa lacuna que se torna uma oportunidade clara para as organizações estabelecerem parcerias com os fornecedores de serviços que podem assim ajudar a ultrapassar toda esta jornada. 

 As empresas de serviços de IA fornecem experiências distintas ao nível do desenvolvimento de soluções de inteligência artificial de nível de produção; ajudam também a estabelecer a organização certa, a plataforma, o tipo de governança, processo e estratégia de gestão de talentos para garantir que as soluções de IA vão apresentar os resultados mais esperados. 

 Recentemente, realizei uma avaliação profunda de 19 fornecedores do mercado mundial de serviços de IA, avaliando cada um deles em 40 parâmetros de pontuação distintos. A análise teve em conta dados como o que os fornecedores planeiam fazer (estratégias) e a sua capacidade de entregar projetos no presente (recursos) ao longo de todo o ciclo de vida dos serviços de IA. Os resultados podem ser visualizados no gráfico abaixo. 
 

07.01.21_JH_Image-1

A avaliação incluiu a perceção dos compradores de serviços de IA ao nível das características principais e das capacidades dos fornecedores avaliados. Com base em entrevistas por telefone e pesquisas on-line de mais de 90 organizações em todos os setores, cinco atributos-chave emergiram como sendo os mais críticos para um relacionamento bem-sucedido com um fornecedor de serviços de IA: 

 - Alcançar os resultados desejados 

- Inovação que produz resultados 

- Inteligência artificial explicável e confiável 

- Conjunto de dados e pipelines de alta qualidade 

- Entrega em escala na produção 

 Regra geral, as organizações bem-sucedidas fazem parcerias com um fornecedor de serviços de IA que entende as suas necessidades logo à partida e consegue garantir compromisso e capacidade para alcançar os resultados de negócios mais desejados, antes de empurrar uma solução de tecnologia em particular. Outros benefícios de uma forte parceria de serviços de IA incluem a criação de soluções de IA alinhadas com os objetivos de negócio, e que são prontamente adotadas pelos utilizadores finais, estabelecendo quadros de governança de IA apropriados, construindo uma base de dados robusta e flexível para formação e inferência de IA, e tendo em conta as características únicas que distinguem a IA das implementações de software mais tradicionais. 

Nos últimos dois anos, a maioria das empresas de consultoria global, integração de sistemas, engenharia de produtos e serviços de TI, investiram de forma bastante agressiva, para melhorar as suas ofertas, chegar ao mercado e também em modelos de negócios que lhes permitam agarrar a oportunidade no campo dos serviços de IA. Esta realidade acabou por criar um mercado muito mais competitivo para os fornecedores, mas também cada vez mais sintonizado com as necessidades, em permanente evolução, das organizações que estão a adotar IA e outras tecnologias de inteligência corporativa. Agora é chegada a hora de considerar a parceria com um fornecedor de serviços para tornar o futuro da inteligência corporativa uma realidade muito mais viável dentro da organização.