Motion blur of train moving inside tunnel in Tokyo, Japan

Data Strategy: Um Tema Transversal – Seguros e Hotelaria

Data Strategy foi o tema em análise no Digital Lab powered by Zertive, que juntou Pedro Borralho, Associated Partner da IDC Consulting e Partner da Zertive; Eduardo Caria, Group Member da AGEAS, Gonçalo Oliveira, Membro da Comissão Executiva e CIO do Grupo Pestana, e Pedro Rosa Santos, Technology & Innovation Director da Tranquilidade.

IDC Directions 2020: Pedro Borralho (IDC & Zertive); Eduardo Caria (AGEAS); Gonçalo Oliveira (Grupo Pestana); Pedro Rosa Santos (Tranquilidade)

Data Strategy foi o tema em análise no Digital Lab powered by Zertive, que juntou Pedro Borralho, Associated Partner da IDC Consulting e Partner da Zertive; Eduardo Caria, Group Member da AGEAS, Gonçalo Oliveira, Membro da Comissão Executiva e CIO do Grupo Pestana, e Pedro Rosa Santos, Technology & Innovation Director da Tranquilidade. Este painel teve início com Pedro Borralho a apresentar o tema em discussão e quais as dimensões de Data Strategy, Data Governance, processos, ferramentas, tecnologias de suporte e talento necessário para gerir todas estas plataformas. Acima de tudo, e tal como afirmou o Associated Partner da IDC Consulting e Partner da Zertive, a importância do Data Strategy passa por «conseguir transformar os dados dos sistemas de informação em conhecimento e em sabedoria, para gerar valor e auxiliar na tomada de decisão». De seguida, foram apresentados alguns dados estatísticos de um estudo feito pela IDC a um conjunto alargado de gestores de IT, questionando qual o impacto da Covid-19 nas organizações do ponto de vista da transformação digital. Antes de dar voz aos participantes no painel, Pedro Borralho destacou que «tudo tem a ver como a nossa capacidade de aprender a partir dos nossos dados, esta geração faz-se com tecnologias, com organização, com equipas e com o talento individual.».

Eduardo Caria, Group Head of Transformation & Efficiency da AGEAS, começou por dizer que «o tema dos dados é fundamental», avançando de seguida para os principais desafios da AGEAS: Data Monetization, Analytics e Speech Analytics, e Data Governance.  De destacar que a AGEAS está a passar por uma fase de transformação dos sistemas core, fruto de fusões e integrações e, portanto, há uma necessidade de transformação ao nível dos dados, de usar e extrair informação que aporte valor. 

De seguida, foi passada a palavra a Gonçalo Oliveira, Membro da Comissão Executiva e CIO do Grupo Pestana, que começou por contextualizar a indústria hoteleira face ao Data Strategy. A cadeia de valor do setor da Hotelaria tem efetivamente muitos dados, seja pelas reservas de e-commerce, preferências das pegadas digitais dos seus utilizadores e clientes, informação de contexto deixada nos hotéis e, claro, o desafio de recolher informação de sistemas que não estão preparados para interpretar preferências. A este desafio, acresce outro: «por um lado, sabemos que os nossos hóspedes gostam de se sentir em casa, portanto significa usar essa informação para os ajudar nessa viagem, por outro lado, há regras de privacidade (não só regulamentares).». O CIO do Grupo Pestana alertou ainda que a noção de segurança no ambiente físico e digital veio reforçar no setor do turismo a importância do Data Strategy, e transmitir uma imagem de segurança e confiança no Grupo Pestana.

Falando uma vez mais da indústria dos seguros, marcou também presença Pedro Rosa dos Santos, Technology & Innovation Director da Tranquilidade, que salientou que a empresa tem em curso duas iniciativas muito fortes e que, com a pandemia, aceleraram e passaram por uma grande transformação. Na área digital, a Tranquilidade apoia, com o Data Strategy, os seus parceiros, brokers, corretores e equipa. A título de exemplo, o Technology & Innovation Director da Tranquilidade, referiu que fruto da fusão com a Generaly, não há espaço físico suficiente para todos os colaboradores e através de uma app, o colaborador pode reservar o seu posto de trabalho ou uma sala de reuniões. Acima de tudo, esta app dá uma visão alargada do que está a acontecer na empresa, permitindo também a recolha de dados que aportem valor

A sessão terminou com a discussão de questões que passaram pela adaptação dos sistemas de informação nos processos de fusão e aquisição, e pelas diferenças com o setor da hotelaria.