Blockchain on a data computation layer

A Importância da Proteção e Governo dos Dados, Microsoft no IDC Data Monetization & Management

Um olhar abrangente sobre as temáticas de proteção e governo da informação e a sua importância dentro das organizações foi a proposta deixada pela Microsoft na última edição do IDC Data Monetization & Management 2021.

A Importância da Proteção e Governo dos Dados, Microsoft no IDC Data Monetization & Management

Na última edição do IDC Data Monetization & Management 2021, Luís João, senior modern work & cybersecurity specialist da Microsoft lembrou que gerir e encontrar informação é, hoje em dia, um enorme desafio dentro das organizações. Segundo dados de um estudo apresentado, “88% das organizações não estão confiantes que a sua informação sensível esteja devidamente protegida”. Por outro lado, mais de 80% da informação corporativa vive “no escuro e não está classificada”.  

Contas feitas, a proteção da informação sensível é, hoje em dia, a grande prioridade das organizações que queiram estar em conformidade com as exigências regulatórias e, nomeadamente, com o RGPD. 

A Microsoft aproveitou para fazer uma pequena demonstração live ao mesmo tempo que explicou como endereçar estes desafios, por via de uma solução com quatro fases. 

A primeira fase diz respeito à necessidade, fundamental, de se conhecer devidamente a informação na organização, onde quer que esta esteja alojada “e perceber como são realizados o acesso e partilha internamente”.  

IDC Data Monetization & Management maio 2021, Lisboa

Ao entrar numa segunda fase, torna-se necessário aplicar a proteção adequada àquela informação mais sensível, incluindo encriptação, restrição de acessos e marcas nos próprios documentos. Na Microsoft, a proteção de informação é uma experiência construída de forma totalmente integrada nas ferramentas de produtividade.  

A terceira fase passa por aplicar políticas fortes de segurança, que evitem a partilha acidental de informação sensível e que, ao mesmo tempo, eduquem os utilizadores; e, finalmente, uma última fase onde se torna necessário gerir todo o ciclo de vida da informação e garantir que, no final do dia, os conteúdos cumprem as exigências regulatórias. 

A apresentação da Microsoft foi acompanhando estas quatro fases, com demonstração de oferta próprio ou de parceiros, e permitiu ainda perceber que, transversal a todas elas, há uma ferramenta de Compliance Score que, na sua essência, ajuda a avaliar e monitorizar os controlos de proteção de dados.  

Luís João
Modern Work & Cybersecurity with Microsoft 365