ramon-salinero-vEE00Hx5d0Q-unsplash

Qual o futuro do Retalho?

Foi no IDC Portugal Digital Innovation Connection 2020 que o General Manager da APED, Gonçalo Lobo Xavier, apresentou o estado da arte do retalho e de que modo o setor se está a adaptar à evolução tecnológica.

Gonçalo Lobo Xavier| General Manager da APED

Foi no IDC Portugal Digital Innovation Connection 2020 que o General Manager da APED (Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição), Gonçalo Lobo Xavier, apresentou o estado da arte do retalho e de que modo o setor se está a adaptar à evolução tecnológica como forma de servir cada vez melhor o consumidor final.

Após uma breve contextualização da Associação, Gonçalo Lobo Xavier refletiu sobre o período desafiante que o setor está a viver fruto da pandemia Covid-19, que trouxe alterações profundas no comportamento do consumidor, que não só se tornou ainda mais exigente, como também se voltou mais para o consumo e produção nacional. Avançando para a Transformação Digital no retalho, destacou o facto de Portugal ser um early-adopter em termos de tecnologias, seja no E-commerce, Robótica, Inteligência Artificial, Block Chain ou Smart Payments. Em termos de evolução no comportamento de consumo, o consumidor já não procura mais produtos, mas sim experiências de compra. «Uma coisa é certa: os consumidores sabem que podem recorrer aos espaços comerciais em Portugal em segurança e com confiança do ponto de vista da saúde pública.».

O General Manager da APED terminou a referir que o «investimento no digital é uma inevitabilidade», mas que não passa apenas por estar online, passa também por agilizar processos e comunicações em toda a cadeia de valor, resolução de burocracia e não esquecendo o conceito de indústria 4.0, havendo ainda muitos desafios a serem superados.