ramon-salinero-vEE00Hx5d0Q-unsplash

Intelligent Enterprise do ponto de vista do empreendedor

De que forma é que o Intelligent Enterprise está a afetar as empresas e especificamente as startups foi o tema do painel que reuniu Fabiana Clemente, Co-Founder e CDO da YDada, Jaime Jorge, Co-Founder e CEO da Codacy, e Vasco Pedro, Co-Founder e CEO da Unbable, com Alexandre Barbosa, Managing Partner da Faber Ventures, como moderador do painel.

IDC Directions 2020 |  Apresentação - Alexandre Barbosa - Faber Ventures; Fabiana Clemente - Ydata; Jaime Jorge - Codacy; Vasco Pedro - Unbabel

De que forma é que o Intelligent Enterprise está a afetar as empresas e especificamente as startups foi o tema do painel que reuniu Fabiana Clemente, Co-Founder e CDO da YDada, Jaime Jorge, Co-Founder e CEO da Codacy, e Vasco Pedro, Co-Founder e CEO da Unbable, com Alexandre Barbosa, Managing Partner da Faber Ventures, como moderador do painel. 

Alexandre Barbosa começou por referir que o ambiente social e de negócio em 2020, assim como as sessões que decorreram no IDC Directions 2020, têm mostrado que há evidências claras de que a transformação digital está a acelerar todos os setores, com impactos a médio-longo prazo. Acrescentando que «é difícil, para não dizer impossível, pensar e planear o futuro de qualquer indústria e não ter a tecnologia como base.». Após uma breve apresentação sobre a Faber Ventures, bem como alguns dados importantes que definem de que forma algumas soluções emergentes estão a transformar as empresas e de como as startups podem trabalhar com as organizações na sua transição para uma "empresa inteligente", foi passada a palavra aos restantes oradores. 

Fabiana Clemente, Co-founder e CDO da Ydata, foi a primeira oradora a apresentar a sua empresa, tendo iniciado o discurso com alguns dados relevantes sobre Artificial Intelligence (AI) - 85% dos projetos de AI não são bem sucedidos, o que levou a uma perda de $21B (em 2019). De acordo com a oradora, as principais barreiras ao sucesso do AI são o acesso a dados de qualidade; segurança, privacidade e regulamentação; e a profundidade técnica que existe no desenvolvimento de AI. É aqui que empresas como a Ydata são tão importantes, na medida em que ligam data teams aos dados necessários para entregar valor às empresas. «Oferecemos uma plataforma centrada em dados onde os data scientists trabalham com high quality and synthetic data, de forma a que passem mais tempo com modelos que agreguem valor ao negócio». Fabiana Clemente apresentou todos os campos de ação da Ydata, terminando a apresentação com use-cases na área do retalho e seguros. 

Seguiu-se Jaime Jorge, Co-Founder e CEO da Codacy, que desenvolveu desde logo a ideia de que «é a boa engenharia a que implica no desempenho do negócio.» É neste cenário que surge a Codacy, com o lema Shifting Quality and Security left with Codacy. O Co-founder e CEO da Codacy apresentou a empresa, falando que esta oferece uma forma de as equipas estarem todas alinhadas com as mesmas boas-práticas, métricas e critérios de desenvolvimento, de modo a que possam comunicar e colaborar entre si. «Temos mais de 500 clientes em todo o mundo e a Codacy é realmente um pilar para muitas organizações em todo o mundo para garantir que a qualidade seja a mesma em toda a organização»

Finalizou a ronda de apresentações, Vasco Pedro, Co-Founder e CEO da Unbable, uma startup que procura combinar o conhecimento humano e a Inteligência Artificial para ajudar as empresas a proporcionar uma melhor experiência ao cliente. Começou por salientar que assistimos a uma contínua mudança impulsionada pela globalização e digitalização, inclusive a indústria aplicada aos idiomas: «A maior parte do conteúdo era em inglês, que representava o mercado internacional, mas a internet não é mais o inglês… é chinesa, brasileira, russa, e cada mercado está habituado a trabalhar no seu próprio idioma». A Unbable permite gerir tickets, emails, Chat-bots e FAQS, numa série de idiomas diferentes. Vasco Pedro terminou a apresentação salientando que a porta de entrada é o apoio ao cliente. 

À semelhança dos painéis Digital Leaders que decorreram no IDC Directions 2020, após as apresentações foram feitas perguntas a cada um dos oradores de forma a explorar o tema “Intelligent Enterprise do ponto de vista do empreendedor”. Saiba quais as perguntas, e as respostas no vídeo acima!