ramon-salinero-vEE00Hx5d0Q-unsplash

A Inovação Presente na Imprensa Nacional – Casa da Moeda

O Digital Lab Powered by Imprensa Nacional – Casa da Moeda contou com a participação de Gonçalo Caseiro da INCM, Professor José Barata e Professora Elvira Fortunato da Universidade Nova de Lisboa, Nuno Gonçalves investigador da Universidade de Coimbra e Gestor de Inovação na INCM e Bruno Gonçalves Leading Executive Advisor da IDC

IDC Directions 2020 | Bruno Soares (IDC); Gonçalo Caseiro (INCM); Elvira Fortunato (UNL); José Barata (UNL); Nuno Gonçalves (UC e INCM)

O Digital Lab Powered by Imprensa Nacional - Casa da Moeda (INCM) contou com a participação de um excelente painel a abordar a temática da Inovação: Gonçalo Caseiro Presidente do Conselho de Administração da INCM, Professor José Barata na Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa, Professora Elvira Fortunato Vice-Reitora da Universidade Nova de Lisboa, Nuno Gonçalves investigador da Universidade de Coimbra e Gestor de Inovação na INCM e Bruno Gonçalves Leading executive Advisor da IDC, que orientou e moderou o Painel de Oradores.

Os convidados do Digital Lab apresentaram projetos diferenciados, mas que tinham como denominador comum a segurança da informação da Imprensa Nacional - Casa da Moeda, um requisito fundamental desta instituição.

Foi Gonçalo Caseiro da INCM que deu início ao painel, começando por falar sobre «O mais antigo estabelecimento industrial do país, mas um dos mais inovadores de Portugal» – a Imprensa Nacional - Casa da Moeda. O Presidente do Conselho de Administração começou por elucidar que a INCM é um «ecossistema onde se cruzam artesãos, atividade fabril, investigadores, robots e tecnologia de ponta, cultura e livros.», estando presente na vida de todos os portugueses: seja no Cartão do Cidadão, Documento Único Automóvel, Carta de Condução, Passaporte, Selo Fiscal, seja no Diário da República. O Trabalho de inovação da Casa da Moeda passa pela investigação em conjunto com universidades e centros de investigação, estando presente em vários exemplos dados por Gonçalo Caseiro. Mais do que as suas edições especiais, a INCM trabalha a inovação em várias frentes, sendo atualmente uma instituição exportadora e já presente em 23 países.

A segurança, a traceabilidade, o controlo e a autenticidade da informação produzida pela Imprensa Nacional - Casa da Moeda foram conceitos explorados pelos 3 oradores que participaram nesta apresentação. O primeiro orador foi o vencedor do Concurso da INCM, IN3+, o Professor José Barata, que apresentou o projeto que levou a concurso e que garantiu a sua vitória. O Projeto Atlas é um sistema para produtos de alta segurança, que precisam ser transportados dentro do processo produtivo da INCM, que permite aumentar a traceabilidade dos produtos e da flexibilidade da logística do processo de produção. Acima de tudo, este projeto pretende garantir que os trabalhadores fazem operações mais importantes e menos aborrecidas, nunca pretendendo tirar pessoas dos seus postos de trabalho. Também da Universidade Nova de Lisboa, marcou presença no Digital Lab no IDC Directions 2020 a Vice-Reitora da Universidade Nova de Lisboa, Professora Elvira Fortunato, que apresentou o projeto, também vencedor do prémio da INCM, “Papel Secreto”. Uma vez mais, pretende-se desenvolver sistemas de alta segurança para produtos existentes na Casa da Moeda, que consistem numa componente física em suporte de papel e depois uma aplicação onde poderemos verificar a autenticidade do produto ou serviço. Ainda da INCM também marcou presença Nuno Gonçalves. O também Investigador da Universidade de Coimbra, veio apresentar o projeto UniQode: uma tecnologia de alta segurança que garante a autenticação, autenticidade e a rastreabilidade de documentos de identificação e de viagem. Esta tecnologia tem aplicações como o setor do vinho, tabaco, bem como no documento único automóvel e documentos de viagem.

O painel que nos apresentou de forma sucinta como é que a Imprensa Nacional - Casa da Moeda tem vindo a integrar a transformação digital nos seus processos, finalizou com uma ronda de questões que se prenderem ao tema da inovação nesta instituição.