Black male doctor consulting senior patient by telemedicine online video call.

A Digitalização tem Mais Força no Setor dos Seguros

As empresas do setor dos seguros devem conseguir mostrar a sua capacidade de tirar partido da digitalização e suas mais-valias para continuar a trabalhar nas inovações. George Briford, da IDC veio ao Digital Innovation Connection falar dessa realidade e ainda deixar as previsões da IDC para o futuro do setor segurador.

A Digitalização tem Mais Força no Setor dos Seguros

Desde o aparecimento da pandemia, no último ano, a criação de valor digital tem estado nas bocas do mundo, mas “este é apenas o início do caminho”, conforme refere George Briford, Associate Research Director, IDC Financial Insights. As empresas do setor segurador devem mostrar “que são capazes de tirar partido da digitalização e continuar a trabalhar nas inovações”.  

George Briford aproveita assim para deixar aquelas que são as previsões da IDC para o futuro do setor segurador para este ano de 2022 e seguintes. São elas: 

- Cloud está no core: Até 2023, para começarem novos negócios, as empresas de seguros devem começar a modernizar 50% das workloads core com tecnologias nativas da cloud.  

- Personalização relevante e responsável: Até 2024, 50% de todas as apólices vida e não-vida das seguradoras vão ser vendidas através de um motor de seguros totalmente automatizado.  

- Ecossistemas B2C: Até 2025, as empresas de seguros Tier 1 em todo o mundo vão retirar entre 7 e 10% de receitas dos seus ecossistemas digitais, sempre suportados em parcerias e alianças estratégicas.  

- Seguros preventivos: Até 2025, 50% das seguradoras vão disponibilizar no mercado, prevenção de risco como um serviço, em tempo real, para os clientes nas áreas vida e não-vida.  

- Seguros para ciber risco: Até 2025, 90% das grandes empresas e 60% das pequenas e médias empresas devem ter, pelo menos, um seguro que possa cobrir as consequências do ciber risco.  

- IA e queixas anti-fraude: Até 2025, 85% das seguradoras em todo o mundo vão investir em plataformas de deteção de fraude suportadas em IA. 

- IA e automação de queixas em E2E: Até 2024, 40% das empresas de seguros em todo o mundo vão tirar partido de plataformas de automação end-to-end suportadas em IA. 

- Seguros on-demand para um conceito de mobilidade como um serviço: Até 2024, 30% das empresas de seguros vão sentir necessidade de aumentar os seus investimentos em dados e analítica.  

- Sustentabilidade e produtos ESG: Até 2025, 80% das empresas de seguros vão sentir necessidade de desenvolver produtos especialmente direcionados para dar resposta a problemas sociais e ambientais.  

- Insurtechs/ seguradores nativos da cloud: até ao final de 2026, 60% das seguradoras a nível mundial vai integrar produtos e serviços de, pelo menos, três insurtech em sistemas core de reclamações.  

IDC Digital Innovation Connection Novembro 2021, Lisboa
Associate Director at IDC - EMEA Financial Services Insights