john-adams-1xIN4FMR78A-unsplash

Equinix define 2030 como meta da neutralidade climática

É o primeiro compromisso com a neutralidade climática até 2030 na indústria de data center, com metas baseadas na ciência e na agenda de inovação sustentável.

Equinix (Nasdaq: EQIX), empresa mundial de infraestrutura digital, acaba de assumir o compromisso de atingir a neutralidade climática até 2030, definindo objetivos baseados na ciência (SBT – Science Based Targets), através da redução das emissões das suas operações globais e cadeias de fornecedores. Alinhado com o Acordo de Paris sobre alterações climáticas, este compromisso constitui uma etapa crítica no sentido de garantir que a Equinix continuará a promover investimentos e inovações, visando reduzir as emissões de gases com efeito estufa, de modo a manter o aquecimento global em 1,5 graus Celsius.

O impacto esperado destes esforços de sustentabilidade no ecossistema digital mais amplo é considerável, e muitos clientes da Equinix irão beneficiar com o facto de tornarem as suas cadeias de fornecimento digitais mais ecológicas. A Equinix assume também o compromisso de envolver os seus stakeholders na criação de maior impacto e transparência.

As metas agora definidas têm suporte na liderança e nas estratégias da Equinix em matéria de energias renováveis, finanças mais “verdes”, defesa de políticas públicas e no seu design e operações referenciais. A meta de redução de emissões da Equinix validada pela iniciativa Science Based Targets (SBTi) assenta no forte histórico da empresa em termos de crescimento sustentável e inovação, incluindo o facto de ter conseguido mais de 90% de utilização de energia renovável nos seus data centers entre 2018 e 2020.

Até ao momento, a Equinix emitiu 3,7 mil milhões de dólares em green bonds para projetos ambientalmente sustentáveis, respeitantes a edifícios verdes, energia renovável, eficiência energética e hídrica, resíduos e transporte limpo. A Equinix é membro fundador do EU Climate Neutral Data Centre Operator Pact, bem como membro do conselho fundador da Renewable Energy Buyers Alliance (REBA). A empresa está empenhada em desenvolver projetos e operações com um foco ambiental e, em 2020, investiu 14 milhões de dólares na construção de um Centro de Excelência em Eficiência Energética, destinado a promover o incremento da eficiência das suas instalações a nível global.

Integrado nos seus objetivos baseados em ciência, a Equinix tem como meta reduzir as emissões de Scope 1 e 2 (direta e indiretamente da eletricidade) em 50% até 2030, tendo como base comparativa o ano de 2019. Para cumprir esta meta, a Equinix pretende alcançar 100% de energia renovável até 2030, cumprindo o seu compromisso com o RE100. As reduções adicionais nas emissões de carbono serão alcançadas por meio da economia eficiente de energia, redução de perdas na refrigeração, eliminação de elementos de refrigeração com alto potencial de aquecimento global (GWP) e por meio da substituição dos geradores a diesel por tecnologias mais limpas on-site.

A Equinix também está empenhada em realizar parcerias com os seus principais fornecedores, nomeadamente com os que são responsáveis ​​por 66% das emissões relacionadas com fornecedores de bens e serviços adquiridos pela Equinix, de modo a definir as suas próprias metas baseadas em ciência até 2025. A empresa também irá endereçar atividades relacionadas com combustíveis e energia (FERA), com o objetivo de reduzir em 50% o carbono associado ao fornecimento de energia às suas instalações até 2030.

Para além do cumprimento das suas metas baseadas na ciência, a Equinix visa alcançar a neutralidade climática até 2030 relativamente às suas emissões de Scope 1 e 2. A empresa prevê aproveitar determinadas compensações de carbono e avaliar certas inovações, como o biodiesel, hidrogénio “verde” e outras tecnologias de geração de energia on-site com baixo impacto carbónico.