ビジネス・女性

Infraestrutura Digital é Escolha Determinante nas Empresas

Empresas com infraestruturas de TI mais fortes e mais resilientes deve ser uma das estratégias de futuro. Roberta Bigliani veio falar desta realidade e de outras a ela associadas em mais uma edição do IDC Directions®.

Infraestrutura Digital é Escolha Determinante nas Empresas 

Roberta Bigliani, Group VP, Head of IDC Insights, and IDC Future of Work Executive Lead – Europe foi uma das convidadas da edição 2021 do IDC Directions®. A responsável veio falar sobre a importância de as empresas contarem com uma infraestrutura digital que seja resiliente para se ser bem-sucedido no negócio.  

Todos os setores da economia passaram por momentos disruptivos “que não vão abrandar”. Para responder a essa disrupção, Roberta Bigliani defende que os CEO têm de perceber como fazer frente ao desconhecido e fazendo isso, descobrir como trabalhar o presente e prever o futuro”.  

Para enfrentar o desconhecido, o CEO deve atuar de acordo com pilares chave como o propósito da empresa, a resiliência que ajuda a gerir e mitigar a disrupção; outro elemento é a imaginação, “e todos os dias devemos pensar no que fazemos e como inovar”; seguidamente, para executar o que pensamos devemos ser mestres na execução e por último  é preciso entender o ecossistema e a melhor forma de ter sucesso.  

A IDC entende ainda que existem cinco Business Programs que estão em marcha nas organizações: Programas de Operação de Negócios, de Confiança Digital, de Customer Experience, de Infraestuturas Digitais, e de Transformação do Trabalho.  

IDC Directions® Setembro 2021, Lisboa

De entre todas estas iniciativas, Roberta Bigliani falou mais detalhamedamnete de Programas sobre a Infraestrutura Digital que se traduzem “em cloud e tecnologia Edge”. O futuro da infraestrutura digital deverá ser ubíquo, autónomo e cloud. -centric.  

O ecossistema da infraestrutura digital deve contemplar desenvolvimento ubíquo, operações autónomas e tecnologia cloud-centric.  

Na cloud, 54% das empresas ainda não desenvolveram aplicações de produção em si. Já 29% dos utilizadores da nuvem têm suas aplicações numa cloud publica e 40% numa cloud privada.  

A IDC recorda, no entanto, que no caminho da cloud há ainda muitos obstáculos a ultrapassar: preocupações com segurança, dificuldades na gestão central das TI, etc. Roberta Bigliani deixa um call to action no final da sua apresentação “para que as empresas implementem uma estratégia digital o quanto antes”.  

Roberta Bigliani
GVP, Head of IDC Industry Insights and IDC Future of Work Executive Lead - Europe