Main-Image-Whitepaper

Covid-19: O Caminho das Organizações Portuguesas Rumo ao “Novo Normal”

A pandemia de Covid-19 veio imprimir profundas mudanças ao ambiente empresarial um pouco por todo o mundo e Portugal não é exceção. A IDC procurou perceber de que forma estão as organizações nacionais a responder a esta nova realidade através do seu mais recente estudo Da Crise à Recuperação – Uma Perspetiva das Organizações Portuguesas.

Covid-19: O Caminho das Organizações Portuguesas Rumo ao “Novo Normal”

Lisboa, 2 de Agosto – A pandemia de Covid-19 veio imprimir profundas mudanças ao ambiente empresarial um pouco por todo o mundo e Portugal não é exceção. A IDC procurou perceber de que forma estão as organizações nacionais a responder a esta nova realidade através do seu mais recente estudo Da Crise à Recuperação – Uma Perspetiva das Organizações Portuguesas

À partida, é possível verificar um sentimento de esperança de recuperação nos próximos 12 meses entre as organizações auscultadas, com cerca de 70% a acreditar na possibilidade de “achatarem a curva”, nos próximos meses, e retomarem as suas jornadas rumo ao “Novo Normal”. 

Ainda assim, e apesar das dificuldades, no último ano, cerca de metade das Organizações (46%) mantiveram os seus investimentos em tecnologia (Equipamentos Tecnológicos/Hardware, Software, Serviços de TI e Comunicações) para assegurar os seus níveis de competitividade, enquanto 39% aproveitaram o último ano para reforçar os seus investimentos tecnológicos com o objetivo último de aumentar essa mesma competitividade.

Conheça estes e outros resultados do estudo realizado pela IDC com o apoio da Google Cloud, onde se procurou entender o momento atual e futuro das Organizações portuguesas na sua jornada de resposta à pandemia COVID-19 e recuperação rumo ao “Novo Normal”.  

O estudo teve como base o modelo “Da Crise à Recuperação” e a visão da “Empresa do Futuro” da IDC (a Organização totalmente transformada digitalmente) e contou com os contributos da Google Cloud para identificar as soluções tecnológicas que podem vir a apoiar as Organizações na sua jornada de transformação. 

Pelo estudo, percebe-se que a larga maioria das Organizações portuguesas se encontra ainda num modo de sobrevivência (etapas 1 e 2) ou de Resiliência do Negócio (etapa 3) pelo que há caminho a percorrer. A empresa do futuro, uma organização totalmente transformada digitalmente, será seguramente a meta a tingir e a entrada nesse “novo normal” que as organizações tanto procuram. A IDC Portugal considera que esta empresa deverá abraçar temas como o Futuro do Trabalho; Futuro da Inteligência; Futuro da Inovação Digital; Futuro das Operações; Futuro da Confiança; Futuro dos Clientes e Consumidores; Futuro da Infraestrutura Digital; Futuro da Conectividade; e Futuro das Indústrias. 

Além destes conceitos, há que perceber ainda que lançar a jornada rumo ao Novo Normal é um desafio de todos dentro da organização e que, apesar de as tecnologias serem o caminho certo para lá chegar, há que compreender quais as melhores soluções a adotar em cada uma das etapas da jornada, face ao desafio que temos pela frente.

Conheça os números por detrás dos conceitos, perceba as expetativas das organizações, aceda a dicas úteis para transformar a sua organização e descubra como está Portugal neste campo através do estudo da IDC Portugal e da Google Cloud, já disponível para download aqui.