Captura de ecrã 2021-06-07, às 07.15.45

Tendências do Comércio Digital para 2021

A economia digital assumiu-se como fator de aceleração dos negócios durante todo o período da pandemia. Quem não está no digital é como se não existisse. A ACEPI tem programas de apoio ao pequeno comércio, neste campo.

Tendências do Comércio Digital para 2021

A economia digital foi um fator de aceleração tremendo durante todo o período da pandemia que veio mudar a forma como trabalhamos, compramos, estudamos ou comunicamos. Não será, por isso, de estranhar que o setor que mais cresceu surja associado às compras online.  

A compra de artigos de eletrónica cresceu bastante neste último ano, tal como os pequenos eletrodomésticos, artigos de mercearia ou as refeições prontas. No sentido inverso, verificou-se um decréscimo em categorias como o alojamento turístico e as viagens. Consciente desta realidade, Alexandre Nilo Fonseca, presidente da ACEPI lembra que “quem não está no digital, é como se não existisse”.  

Economia Digital Talks Club - Tendências do Comércio Digital maio 2021,  Lisboa

A ACEPI está particularmente focada no desenvolvimento da economia digital no nosso país, sendo promotora do Programa Comércio Digital, uma iniciativa que nasceu antes da pandemia e que pretende ajudar os pequenos comerciantes “a terem a sua primeira presença digital”. Trata-se de disponibilizar ajuda gratuita a todos os comerciantes que assim o desejarem. O Programa presta apoio sobre “a melhor maneira de dar os primeiros passos, num curso de sete módulos, com informação muito atual sobre legislação e com guias e tutoriais práticos para o dia-a-dia na transição para o digital”. 

Alexandre Nilo Fonseca
President of ACEPI - Digital Economy Portugal Chair of e-Logistics at Ecommerce Europe