Teamwork business concept.Young Coworkers sitting at meeting office and using laptop.Horizontal.Blurred background.Cropped.

Novo Paradigma Económico: Três Desafios

Em 2021 vemos surgir um novo paradigma social e económico. Pela primeira vez na história verificamos uma correlação inversa entre o IT e a Economia, ou seja, mesmo com uma das maiores quebras da história no PIB, o mercado de IT continuou a crescer! Gabriel Coimbra, Group Vice President and Country Manager na IDC, garante que apesar dos desafios, não tem dúvidas que serão capazes de ultrapassá-los e criar um futuro mais inclusivo, sustentável e digital!

Novo Paradigma Económico: Três Desafios

       Em 2021 vemos surgir um novo paradigma social e económico. Pela primeira vez na história verificamos uma correlação inversa entre o IT e a Economia, ou seja, mesmo com uma das maiores quebras da história no PIB, o mercado de IT continuou a crescer! Como podem ver no gráfico abaixo com dados mundiais, na crise económica de 2009 o mercado de IT decresceu mais do que a economia, e ano passado, apesar da quebra de quase 5% do PIB, o mercado de IT cresceu quase 3%. Em Portugal, onde a quebra do PIB foi maior, quase 10%, o IT cresceu quase 2%.

image

Como resultado, verificamos uma aceleração ainda maior na transição da 2ª para a 3ª plataforma tecnológica e aceleradores de inovação.

Enquanto o mercado de IT crescerá menos que 5% ao ano até 2025, as previsões da IDC apontam para um crescimento de dois dígitos ao nível da 3ª plataforma e aceleradores de inovação. Dois dígitos num mercado que em média cresce apenas 5%!

No gráfico, que mostramos aqui, podem ver a relação das tecnologias que consideramos ter maior dimensão e crescimento ao longo dos próximos anos em Portugal.

image

Da disrupção tecnológica aceleramos ainda mais a disrupção dos modelos de negócio, acelerada pela procura digital dos consumidores e os estímulos governamentais (PRR e Novo Quadro Comunitário), onde vemos surgir novas indústrias com base em ecossistemas digitais (indústria da mobilidade, dos pagamentos, da casa, ), o que está a fazer com que as organizações tenham que cada vez mais trabalhar em ecossistema numa lógica de APIs, e onde a inovação empresarial passa cada vez mais pelo desenvolvimento de software.

Apesar desta aceleração, na perspetiva da IDC existem três grandes desafios e potenciais bloqueios:

  1.  A incerteza no que toca a evolução da pandemia, o que irá obrigar a mais resiliência e agilidade por parte das organizações.
  2. A falta de talento e competências digitais é brutal, e vemos também um gap cada vez maior entre nações e organizações. Quem ganhar a guerra do talento ganhará certamente a corrida à liderança.
  3. A erosão da colaboração global e as questões geo-políticas (China vs EUA, mas não só), e a necessidade da Europa posicionar-se rapidamente como player relevante na economia digital.

Apesar dos desafios, não tenho dúvidas que seremos capazes de ultrapassá-los e criar um futuro mais inclusivo, sustentável e digital!

Gabriel Coimbra
Group Vice President and Country Manager at IDC